Top Ponto Quotes

Browse top 55 famous quotes and sayings about Ponto by most favorite authors.

Favorite Ponto Quotes

1. "Uma relação de duas pessoas converteu-se numa de três, numa coisa mais triangular. Só ma relação que consegue formar um polígono consegue sobreviver, pensava Borja. Quando assenta em dois pontos, não resiste ao tempo, é um segmento de recta muito frágil. É um pontinho a olhar para outro pontinho, não tem a solidez do triângulo e, muito menos, da circunferência. Parte-se como um palito."
Author: Afonso Cruz
2. "Aperfeiçoaram a arte de nos dar só a liberdade suficiente. Suficiente para que, quando estamos a ponto de morder, nos ofereçam um ossinho e então rolemos, de barriga para cima, à vontade e saciados, como um cão que vi uma vez (...)"
Author: Ally Condie
3. "Os israelenses discutem, eu discuto. E ainda assim sou eu quem me levanto toda manhã, faço uma pequena caminhada no deserto, faço uma xícara de café, sento em minha escrivaninha e começo a perguntar-me: ‘Como me sentiria se fosse ela? Como seria estar na pele dele?' – o que é o que se tem a fazer se se quer escrever até o mais simples dos diálogos: é preciso dividir não apenas sua lealdade, mas até seus sentimentos viscerais entre os diversos personagens. Creio que estou parafraseando D. H. Lawrence, que disse certa vez que, para escrever um romance, você tem que ser capas de referendar meia dúzia de sentimentos e opiniões diferentes, conflituosos e contraditórios, com o mesmo grau de convicção, veemência e empatia. Então, talvez eu seja um pouco mais bem equipado do que outras pessoas para entender, do meu ponto de vista judaico-israelense, como é o sentimento de ser um palestino deslocado, um árabe palestino cuja terra natal foi tomada por ‘alienígenas de outro planeta'. p. 94"
Author: Amos Oz
4. "Era talvez meu hábito ‘profissional' de colocar-me no lugar, ou na pele, dos outros. Isso não significa que sempre justifico esses outros, mas que tenho a capacidade de enxergar seus pontos de vista p. 95."
Author: Amos Oz
5. "Assim como todo excesso numa atividade costuma levar ao contrário do que se pretendia, as palavras servem de fato para tornar os pensamentos compreensíveis, mas só até certo ponto. Quando esse ponto é ultrapassado, elas tornam os pensamentos a serem comunicados mais e mais obscuros. Encontrar tal ponto é uma tarefa do estilo e uma questão da capacidade de julgar, pois toda palavra supérflua age diretamente contra seu objetivo."
Author: Arthur Schopenhauer
6. "- Senhor Uhtred! - Como sempre, Willibald reagiu à minha provocação. - Esse peixe - ele apontou o dedo trêmulo na direção dos ossos - foi um dos dois que Nosso Senhor usou para alimentar 5 mil pessoas!- O outro devia ser um peixe incrivelmente grande - respondi. - O que era? Uma baleia?"
Author: Bernard Cornwell
7. "No vagyok. Nem kényelmi szempontok alapján választok ruhát."
Author: Brent Weeks
8. "Ami engem illet, nem hiszem, hogy a „feminista" önmagában elegendo volna. Fel akarom tenni az i-re a pontot. A „harcos" szóval egyetemben akarom visszahozni. Úgy sokkal dögösebb. Olyan sokáig volt már rossz, hogy újra kezd jól hangzani. Sértésként használták. Most mi vessük be ellenük! Úgy akarom visszakövetelni a „harcos feminista" kifejezést, ahogy a fekete közösség tette magáévá a „nigger" szót.[…] Szükségünk van a valaha volt egyetlen szóra, amely azt jelenti, „a világ egyenlové tétele férfiak és nok számára"."
Author: Caitlin Moran
9. "A feminizmussal pontosan ugyanaz a probléma, mint a „politikai korrektséggel": egyfolytában úgy hajtogatják, hogy nem is tudják, mit jelent."
Author: Caitlin Moran
10. "Isso é mais uma coisa que aprendi com o tempo, sabe? O bem e o mal não existem! Quer dizer, existir até que existem, mas apenas no contexto de uma pergunta importante: bem ou mal para quem? A questão é que tudo depende do ponto de vista, entende, filho? Pense numa partida de futebol, por exemplo. A vitória é ótima para o time que vence, mas a mesma vitória é amarga para quem perde. Não é?Agora, imagine que jogadores dos dois times sejam entrevistados para falar da partida. Os que ganharam com certeza elogiarão a atuação do seu time, enfatizarão a importância dos pontos obtidos com a vitória. No entanto, o jogador do time que perdeu reclamará dos erros da equipe, das condições desfavoráveis do gramado, descerá o pau na arbitragem e coisa e tal. No fim, para uns o resultado terá sido justo, enquanto outros tenderão a se sentir injustiçados. As coisas são sempre assim. Nossa visão depende sempre do lado em que estamos."
Author: Camilo Gomes Jr.
11. "Será que uma lágrima podia simbolizar a vida de um humano? De um ser? Nascer, percorrer o seu caminho, fazer as suas escolhas de vida, tomar desvios ou atalhos, para depois, chegar à ravina onde tudo acabava. Frágil ao ponto de qualquer coisa a puder impedir de continuar caminho, um obstáculo que põe fim a tudo. Seria assim a vida, tal como uma lágrima?"
Author: Diana Franco De Sousa
12. "Para sermos felizes até certo ponto é preciso que tenhamos sofrido até o mesmo ponto."
Author: Edgar Allan Poe
13. "O anjo literário - anjo caído, talvez luciferino, mas anjo, no fim de contas - não tem horários fixos, nem momentos planificados. Voa por cima de um infeliz qualquer quando lhe apetece e ponto. Às vezes, esse anjo é perceptível. Às vezes, disfarça-se. Às vezes, o seu voo é tão fugaz e silencioso que nunca ninguém ficou a saber que passou por ali, espargindo palavras mágicas sobre uma qualquer vítima e deixando legiões de futuros leitores na perplexidade absoluta, porém, felizes."
Author: Eduardo Halfon
14. "Rettento színben van, sárga és fakó, arcán már ott vannak azok az idegen vonások, amiket oly pontosan ismerünk, mert már százszor láttuk. Tulajdonképpen nem is vonások, inkább jegyek. Bore alatt már semmi élet nem lüktet; kiszorították a felszínre, belülrol a halál küszködik egyre kijjebb, a szemén uralkodik is már. Itt fekszik Kemmerich bajtársunk, aki még nemrégen lóhúst sütött, és a gránittölcsérben kuksolt velünk együtt – még o az, és már mégsem o, a képe elmosódott, határozatlanná vált, mint egy fényképlemez, amelyre két fölvételt csináltak. Még a hangja csengése is a hamura emlékeztet."
Author: Erich Maria Remarque
15. "A vida é a hesitação entre uma exclamação e uma interrogação. Na dúvida, há um ponto final."
Author: Fernando Pessoa
16. "Eu te amei com todo meu amor a ponto de não tem me sobrado amor próprio algum com o qual me consolar."
Author: Filipe Russo
17. "Eu me senti tão sozinho no mundo a ponto de esculpir em mim meu equivalente."
Author: Filipe Russo
18. "A lucidez apaziguou a revolta a ponto de eu enfiar a caneta no papel ao invés de na glote alheia."
Author: Filipe Russo
19. "Entretanto eu me sinto tão erótico a ponto da carne se incandescer em orgia hormonal."
Author: Filipe Russo
20. "Telescopicamente eu sou um ponto, microscopicamente eu sou uma série de pontos; a olho nu eu sou uma pessoa."
Author: Filipe Russo
21. "O principal é não mentir. Quem mente para si mesmo e dá ouvido à sua própria mentira chega a tal extremo que não consegue ver nenhuma verdade em si ou naqueles que o rodeiam e, por conseguinte, perde completamente o respeito por si e pelos outros. (...) Quem mente a si próprio pode ser o primeiro a ofender-se. Às vezes, é tão agradável uma pessoa se ofender, não é verdade? O indivíduo sabe que ninguém o injuriou, que tudo não passa de simples invenção, que ele próprio mentiu e exagerou apenas para criar um quadro, para fazer de um grão uma montanha - sabe tudo e, no entanto, se ofende. Ofende-se a ponto se sentir prazer na ofensa e, desse modo, atinge o verdadeiro ódio..."
Author: Fyodor Dostoyevsky
22. "A szerelem! Két év óta növekvo szorongással töltötte el a közeledése. Most már szabad volt szeretnie; már csak találkoznia kellett vele! Milyen lesz? Pontosan nem is tudta, és nem is kérdezte magától. O lesz, a többi nem fontos. Csak annyit tudott: imádni fogja, és mindent megtesz érte. Együtt sétálnak ilyen esténként, mint a mai – kettesben a csillagoktól porzó ragyogásban. Egymás kezét fogják, s összesimulva mennek majd, és hallgatják egymás szívének dobogását, érzik válluk melegét, és szerelmük elvegyül a nyári éjszakák lágy tisztaságával. Annyira eggyé válnak, hogy könnyedén, gyöngédségük erejével megértik egymás legrejtettebb gondolatát is. És ez örökké így lesz; az elmondhatatlan szeretet nyugalmában."
Author: Guy De Maupassant
23. "[...], sentia que deixara atrás, nesse aprazível lugar, toda a sua vida anterior, a qual daí por diante se separaria dele. Essa sensação que tomava conta de seu espírito preocupou-o durante a vagarosa caminhada. Sidarta refletia profundamente. Mergulhava até o fundo dessa emoção, assim como se mergulha na água, para alcançar o ponto onde repousam as causas. Pois lhe parecia que o verdadeiro pensar consistia no reconhecimento das causas e que, desse modo, o sentir se convertia em saber, o qual, em vez de dissipar-se, criaria forma concreta e irradiaria o seu teor."
Author: Hermann Hesse
24. "A infância é uma época desgraçada, cheia de temores infundados, como o medo de monstros imaginários e do ridículo. Do ponto de vista literário, não tem suspence, já que, salvo excepções, as crianças costumam ser um pouco desenxabidas. Além disso, não têm poder- os adultos decidem por elas e fazem-no mal, inculcam-lhes as suas próprias ideias erróneas sobre a realidade e depois os miúdos passam o resto das suas vidas a tentar livrarem-se delas."
Author: Isabel Allende
25. "O inferno dos vivos não é uma coisa que virá a existir; se houver um, é o que já está aqui, o inferno que habitamos todos os dias, que nós formamos ao estarmos juntos. Há dois modos para não o sofrermos. O primeiro torna-se fácil para muita gente: aceitar o inferno e fazer parte dele a ponto de já não o vermos. O segundo é arriscado e exige uma atenção e uma aprendizagem contínuas: tentar e saber reconhecer, no meio do inferno, quem e o que não é inferno, e fazê-lo viver, e dar-lhe lugar."
Author: Italo Calvino
26. "A legjobb abban a múzeumban mégis az, hogy minden mindig ott marad a helyén, ahol van. Semmi nem mozdul. Százezerszer is odamehetsz, és az eszkimó mindig éppen akkor fogja ki a két halat, a madarak még mindig délre repülnek, a szarvasok isznak a tócsából, a szép kis agancsukkal és a sovány lábukkal, és az indián no, meztelen mellével, még mindig ugyanazt a takarót szövi. Semmi nem változik; ami változik: az ember saját maga. Nem az, hogy idosebb lesz, vagy ilyesmi. Nem éppen azért. Csak éppen megvál­tozik. Mondjuk, most kabátban megy. Vagy az, aki legutóbb a párja volt, skarlátot kapott, és most más a párja. Vagy a Miss Aigletinger helyettese viszi az osztályt. Vagy az ember hallotta, hogy a szülei reggel állati nagy parádét rendeztek a fürdoszobában. Vagy az ember csak elment az utcán egy pocsolya mellett, amin szivárványszínu benzinfoltok úsznak. Úgy értem, az ember kicsit mindig más, nem tudom ezt pontosan megmagyarázni. És még ha tudnám is, nem biztos, hogy akarnám."
Author: J.D. Salinger
27. "Ele não ficou satisfeito com a ideia de Arada de um 'eu' sendo limpo e purificado para o céu. Ele não viu 'eu' na matéria. Nada a ser purificado. E viu a cobiça pelo céu como nada além de atividade em um sonho. Ele soube que, quando observadas do ponto de vista da mente verdadeira, todas as coisas eram como castelos mágicos no ar."
Author: Jack Kerouac
28. "O azonban mindig pontosan a tudatában volt, hogy bizonyos véletlenek valószerutlen találkozása miatt vagyunk itt a Földön, s ez ellen nem lehet küzdeni. Az emberek azt hiszik, joguk van az élethez. Ezt hirdetik a különféle vallások és törvények, sot az alkotmányok is, o azonban nem így látta a dolgot. Már miért is volna jogunk olyasmihez, amit nem mi építettünk, s amit ki sem érdemeltünk? – mondogatta. Senki sem panaszkodhat azért, hogy nem jött elobb a világra, vagy nem mindig volt jelen benne; következésképp miért is panaszkodhatnánk a halálunk miatt, vagy azért, hogy nem maradhatunk tovább a világon, mindörökre?"
Author: Javier Marías
29. "A gente quer passar um rio a nado, e passa; mas vai dar na outra banda é num ponto muito mais embaixo, bem diverso do em que primeiro se pensou. Viver nem não é muito perigoso?"
Author: João Guimarães Rosa
30. "Ser atirada para dentro de uma vida totalmente diferente — ou, pelo menos, jogada com tanta força na vida de outra pessoa a ponto de parecer bater com a cara na janela dela — obriga a repensar sua ideia a respeito de quem você é. Ou sobre como os outros o veem.(Como eu era antes de você)"
Author: Jojo Moyes
31. "A memória como uma maldição. Caímos na eternidade e a memória é um peso, continua a prender-nos em qualquer ponto para onde nunca poderemos voltar."
Author: José Luís Peixoto
32. "Não, o que creio é que há ocasiões na vida em que devemos deixar-nos levar pela corrente do que acontece, como se as forças para lhe resistir nos faltassem, mas de súbito percebemos que o rio se pôs a nosso favor, ninguém mais deu por isso, só nós, quem olha julgará que estamos a ponto de naufragar, e nunca a nossa navegação foi tão firme."
Author: José Saramago
33. "A esperança, só a esperança, nada mais, chega-se a um ponto em que não há mais nada senão ela, é então que descobrimos que ainda temos tudo."
Author: José Saramago
34. "Naqueles cinquenta e oito segundos de música uma transpiração rítmica e melódica de qualquer vida humana, corrente ou extraordinária, pela sua trágica brevidade, pela sua intensidade desesperada, e também por causa daquele acorde final que era como um ponto em suspensão deixado no ar, no vago, em qualquer parte, como se, irremediavelmente, alguma cousa ainda tivesse ficado por dizer"
Author: José Saramago
35. "• Vivemos no tempo – ele contém-nos e molda-nos – mas nunca senti que o compreendesse muito bem. E não me refiro a teorias sobre o modo como cede, recua e dá meia volta, ou poderá existir algures em versões paralelas. Não, falo do tempo comum, quotidiano, que os relógios de pulso e de parede nos garantem passar regularmente. Existe algo mais plausível do que um ponteiro de segundos? E todavia basta a menor dor ou prazer para nos ensinar a maleabilidade do tempo. Há emoções que o aceleram, há outras que o abrandam. Às vezes parece desaparecer – até ao ponto em que desaparece mesmo, para nunca mais voltar."
Author: Julian Barnes
36. "Fel a fejjel!" Édesapjuk mindig ezt szokta mondani, ha valami nem sikerült a legjobban, és ez pontosan azt jelentette, hogy itt az ideje félretenni a búslakodást! – Igazad van! – mondta Klaus. – De olyan nehéz felemelni a fejünket, ha valaki teljes erovel nyomja lefelé!"
Author: Lemony Snicket
37. "Tão certo é que a paisagem depende do ponto de vista, e que o melhor modo de apreciar o chicote é ter-lhe o cabo na mão."
Author: Machado De Assis
38. "Não podia tirar os olhos daquela criatura de quatorze anos, alta, forte e cheia, apertada em um vestido de chita, meio desbotado. Os cabelos grossos, feitos em duas tranças, com as pontas atadas uma à outra, à moda do tempo, desciam-lhe pelas costas. Morena, olhos claros e grandes, nariz reto e comprido, tinha a boca fina e o queixo largo. As mãos, a despeito de alguns ofícios rudes, eram curadas com amor, não cheiravam a sabões finos nem águas de toucador, mas com água do poço e sabão comum trazia-as sem mácula. Calçava sapatos de duraque, rasos e velhos, a que ela mesma dera alguns pontos."
Author: Machado De Assis
39. "Como é que se matam saudades não é coisa que se explique de um modo claro. Ele não há ferro nem fogo, corda nem veneno, e todavia as saudades expiram, para a ressurreição, alguma vez antes do terceiro dia. Há quem creia que, ainda mortas, são doces, mais que doces. Esse ponto, no nosso caso, não pode ser ventilado, nem eu quero desenvolvê-lo, como aliás cumpria."
Author: Machado De Assis
40. "…mindegyre inkább „apa" volt, megfellebbezhetetlen, pontos, kérdezo és válaszoló, de kissé úgy, ahogy az orvos, vagy …igen, ahogy a bíró kérdez."
Author: Márai Sándor
41. "Quando procuramos no infinitamente grande um ponto infinitamente pequeno, uma fonte de luz por mais afastada que seja, quando esperamos a chegada de um som vindo do fundo do universo há apenas uma coisa de que temos a certeza absoluta: a nossa vontade de descobrir."
Author: Marc Levy
42. "Csak érzelmileg túlfutött emberek tudnak jéghidegen viselkedni. A jég egy érzelmi állapot csúcspontját jellemzi, amikor az hidegbe vagy merevségbe csap át. Valószínuleg valamennyien tapasztaltuk már, hogy hirtelen dühbe gurulunk. Egy ponton azonban már semmit sem érzünk, az érzelem alábbhagy. Jéggé dermedünk dühünkben. A heves érzelmi kitörés helyett belekövülünk haragunkba, a hirtelen csapásba vagy másfajta alapveto reakcióba."
Author: Marie Louise Von Franz
43. "Por favor, não me analise. Não fique procurando cada ponto fraco meu. Se ninguém resiste a uma análise profunda, quanto mais eu... Ciumento, exigente, inseguro, carente todo cheio de marcas que a vida deixou. Vejo em cada grito de exigência um pedido de carência, um pedido de amor.Amor é síntese é uma integração de dados. Não há que tirar nem pôr. Não me corte em fatias, ninguém consegue abraçar um pedaço. Me envolva todo em seus braços e eu serei o perfeito amor."
Author: Mario Quintana
44. "Az emberek azt hiszik, az álmok nem valóságosak, mert nem anyagból, nem részecskékbol vannak. Pedig azok. Nézopontok, képek, emlékek, szójátékok és elveszett remények alkotják oket…"
Author: Neil Gaiman
45. "Tens razão, meu muito menino, com as palavras pode-se aprender a sair de um tempo e de um lugar porque «a infância é um ponto cardeal eternamente possível»."
Author: Ondjaki
46. "Porque não contestam as mulheres a soberania do macho? Nenhum sujeito se coloca imediata e espontaneamente como não essencial; não é o Outro que, definindo-se como Outro, define o Um; ele é posto como Outro pelo Um definindo-se como Um. Mas para que o Outro não se transforme no Um é preciso que se sujeite a esse ponto de vista alheio. De onde vem essa submissão na mulher?"
Author: Simone De Beauvoir
47. "...de vermos qualquer coisa de sólido em vez deste vazio pavoroso neste espaço cuja extensão atroz nunca ousámos imaginar enquanto vivíamos no nosso buraco, porque é como um poço sem fundo; debruçamo-nos cada vez mais, a tal ponto que acabamos por cair, e uma vez caídos, continuamos a cair toda a vida sem termos outra coisa para viver além dessa queda sem fim, até ao dia em que morremos em plena queda sem jamais chegarmos a atingir fundo algum, porque somos aniquilados durante a nossa própria queda e devorados pelo vazio depois de termos desesperadamente tentando dar-lhes sentido esforçando-nos para chegar ao fundo"
Author: Stig Dagerman
48. "Enquanto, por efeito de leis e costumes, houver proscrição social, forçando a existência, em plena civilização, de verdadeiros infernos, e desvirtuando, por humana fatalidade, um destino por natureza divino; enquanto os três problemas do século - a degradação do homem pelo proletariado, a prostituição da mulher pela fome, e a atrofia da criança pela ignorância - não forem resolvidos; enquanto houver lugares onde seja possível a asfixia social; em outras palavras, e de um ponto de vista mais amplo ainda, enquanto sobre a terra houver ignorância e miséria, livros como este não serão inúteis."
Author: Victor Hugo
49. "For history is a pontoon bridge. Every man walks and works at its building end, and has come as far as he has over the pontoons laid by others he may never have heard of."
Author: Wallace Stegner
50. "Igazságos? - mormogta Nagymama. - Jó szó. Anthony, a sérült emberekkel teli sérült világban semmi nincs, ami igazságos. Az igazságszolgáltatás igyekszik igazságos lenni, de úton-útfélen csodöt mond. A kegyelemben és a megbocsátásban szintén nincs soha semmi igazságos. A büntetéssel nem lehet helyreállítani az igazságosat. A bunvallás sem teszi igazságossá a dolgokat. Az élet nem arról szól, hogy megkapod a megfelelo teljesítményért járó igazságos jutalmat. A szerzodések, az ügyvédek, a betegség, a hatalom - ezek egyikét sem érdekli, mi az igazságos. Jobb lenne a halott szavakat kivenni a nyelveitekbol, és helyette élo szavakra összpontosítani, mint az irgalom, kedvesség, megbocsátás és kegyelem. Jó lenne, ha nem foglalkoznál annyit a jogaiddal, és azzal, hogy szerinted mi igazságos."
Author: Wm. Paul Young

Ponto Quotes Pictures

Quotes About Ponto
Quotes About Ponto
Quotes About Ponto

Today's Quote

Humility is understanding gratefulness oppose to self-praise & accepting envy as the answer to your actions of excellence."
Author: Ace Antonio Hall

Famous Authors

Popular Topics