Top Tudo Quotes

Browse top 360 famous quotes and sayings about Tudo by most favorite authors.

Favorite Tudo Quotes

1. "Foi então que tudo vacilou. O mar trouxe um sopro espesso e ardente. Pareceu-me que o céu se abria em toda a sua extensão, deixando chover fogo. Todo o meu ser se retesou e crispei a mão sobre o revólver. O gatilho cedeu, toquei o ventre polido da coronha e foi aí, no barulho ao mesmo tempo seco e ensurdecedor, que tudo começou. Sacudi o suor e o sol. Compreendi que destruíra o equilíbrio do dia, o silêncio excepcional de uma praia onde havia sido feliz. Então atirei quatro vezes ainda num corpo inerte em que as balas se enterravam sem que se desse por isso. E era como se desse quatro batidas secas na porta da desgraça."
Author: Albert Camus
2. "Nem, látszólag mindenem megvan, kivéve, hogy nincs barátnom. Pajtásaimmal szórakozni szoktam, de csak hétköznapi dolgokról esik szó közöttünk. Baj, hogy senki iránt se melegszem fel. Lehet, hogy bennem van a hiba, amiért nincs bizalmas barátom. Ez biztosan így van, sajnos, nem tudok rajta változtatni."
Author: Anne Frank
3. "Many [Tudor-era religious radicals] believed then, exactly as Christian fundamentalists do today, that they lived in the 'last days' before Armageddon and, again just as now, saw signs all around in the world that they took as certain proof that the Apocalypse was imminent. Again like fundamentalists today, they looked on the prospect of the violent destruction of mankind without turning a hair. The remarkable similarity between the first Tudor Puritans and the fanatics among today's Christian fundamentalists extends to their selective reading of the Bible, their emphasis on the Book of Revelation, their certainty of their rightness, even to their phraseology. Where the Book of Revelation is concerned, I share the view of Guy, that the early church fathers released something very dangerous on the world when, after much deliberation, they decided to include it in the Christian canon."[From the author's concluding Historical Note]"
Author: C.J. Sansom
4. "De lehet, hogy az ember megkérdezi magától: Én is feminista vagyok? Lehet, hogy nem. Nem tudom! Még mindig nem tudom, mi az! Túl fáradt és hajszolt vagyok hozzá, hogy kibogozzam. Még mindig nincs feltéve az a karnis! Nincs idom kitalálni, hogy az emancipáció híve vagyok-e. Olyan sok minden tartozik bele. MIT IS JELENT? Megértem. Íme, így lehet gyorsan megtudni, hogy feminista-e az ember. Tedd a kezed a bugyidba! a, Van vaginád? b, És te akarod kontrollálni?Ha mindkét válasz igen, akkor gratulálok! Feminista vagy."
Author: Caitlin Moran
5. "PANORAMA ALÉMNão sei que tempo faz, nem se é noite ou se é dia.Não sinto onde é que estou, nem se estou. Não sei de nada.Nem de ódio, nem amor. Tédio? Melancolia.-Existência parada. Existência acabada. Nem se pode saber do que outrora existia.A cegueira no olhar. Toda a noite caladano ouvido. Presa a voz. Gesto vão. Boca fria.A alma, um deserto branco: -o luar triste na geada...Silêncio. Eternidade. Infinito. Segredo.Onde, as almas irmãs? Onde, Deus? Que degredo!Ninguém.... O ermo atrás do ermo: - é a paisagem daqui.Tudo opaco... E sem luz... E sem treva... O ar absorto...Tudo em paz... Tudo só... Tudo irreal... Tudo morto...Por que foi que eu morri? Quando foi que eu morri?"
Author: Cecília Meireles
6. "Tudo se resume a uma pequena frase- Que temos vontade de dizer... Ou não. «Claire... Quero que fiques comigo.»"
Author: Cyril Pedrosa
7. "Preciso desta calma, preciso do nada no caos de tudo."
Author: Dorothy Koomson
8. "Este mesmo segundo desapareceu para sempre, perdeu-se na massa anónima do irrevogável. nunca mais regressará. Sofro e não sofro com isso. Tudo é único - e insignificante."
Author: Emil Cioran
9. "Essa irresolução de lançar-se ao nada absoluto e eterno foi o que me deteve em todos os meus projetos de suicídio. Apesar de tudo, o homem é tão apegado ao que existe que acaba preferindo suportar sua imperfeição e a dor que causa sua fealdade, a aniquilar a fantasmagoria com um ato de vontade própria."
Author: Ernesto Sabato
10. "De tudod, az a helyzet, hogy a tudás olyan végtelen… és minél többet tud az ember, annál több tudnivalóról szerez tudomást, ami már éppen csak hogy karnyújtásnyira van és ez így megy folyvást."
Author: F. Scott Fitzgerald
11. "Tudo vale a pena quando a alma não é pequena"
Author: Fernando Pessoa
12. "A vulgaridade é um lar. O quotidiano é materno. Depois de uma incursão larga na grande poesia, aos montes da aspiração sublime, aos penhascos do transcendente e do oculto, sabe melhor que bem, sabe a tudo quanto é quente na vida, regressar à estalagem onde riem os parvos felizes, beber com eles, parvo também, como Deus nos fez, contente do universo que nos foi dado e deixando o mais aos que trepam montanhas para não fazer nada lá no alto."
Author: Fernando Pessoa
13. "Tudo o mais é uma grande maçada para quem está presente por acaso. E a sociedade em que nascemos é o lugar onde mais por acaso estamos presentes."
Author: Fernando Pessoa
14. "Gargalho risos gritantes: tudo meu, tudo eu."
Author: Filipe Russo
15. "Eu comensalizo, parasito e predo tudo. Até mesmo a minha dor. Para maximizar minhas chances de sucesso."
Author: Filipe Russo
16. "Avalio tudo, desprezo a maioria."
Author: Filipe Russo
17. "O povo, contudo, dizia-me que a orelha grande era não só um homem, mas um grande homem, um gênio. Eu, porém, nunca acreditei no povo quando ele me falava de grandes homens, e sustento a minha idéia de que era um aleijado às avessas que tinha pouquíssimo de tudo e uma coisa em demasia."
Author: Friedrich Nietzsche
18. "Úgy értem, hogy papa kezébol a tiédbe kerültem. Itt te mindent a magad ízlése szerint rendeztél be, s így nekem ugyanaz lett az ízlésem, ami neked, vagy legalább úgy tettem, nem is tudom igazán… úgy gondolom, mindketto igaz; hol az egyik, hol a másik. De ahogy most nézem, mintha úgy éltem volna itt, mint egy szegény ember, aki csak a betevo falatját keresi meg. Abból éltem, hogy mókáztam neked, Torvald. De hát te így akartad. Te és a papa nagy bunt követtetek el ellenem. Ti vagytok a hibásak benne, hogy semmi sem lett belolem."
Author: Henrik Ibsen
19. "Nóra: ...Azt hiszem, hogy legelsosorban ember vagyok, éppen úgy, mint te - vagy mindenesetre meg kell kísérelnem, hogy az legyek. Jól tudom, hogy a legtöbben neked adnak igazat, Torvald; valami olyasmi van a könyvekben is. De én nem törodhetek vele tovább, hogy a többség mit mond, s mi van a könyvekben. Magamnak kell a dolgokat átgondolnom, s tisztába jönnöm velük."
Author: Henrik Ibsen
20. "But Tudor mansions on manicured grounds didn't look right with their grand front doors wide open to the night. It was like a debutante flashing her bra thanks to a wardrobe malfunction."
Author: J.R. Ward
21. "Mais alguns segundos e a negra vai cantar. Isso parece inevitável, tão forte é a necessidade dessa música: nada pode interrompê-la, nada que venha desse tempo no qual o mundo despencou; ela cessará por si mesma no momento exato. Se amo essa bela voz é sobretudo por isso: não é nem por seu volume, nem por sua tristeza; é porque ela é o acontecimento que tantas notas prepararam, de tão longe, morrendo para que ela possa nascer. E no entanto estou intranquilo; bastaria muito pouco para que o disco parasse: uma mola que se quebrasse, um capricho do primo Adolphe. Como é estranho, como é comovente que essa rigidez seja tão frágil. Nada pode interrompê-la e tudo pode aniquilá-la."
Author: Jean Paul Sartre
22. "Dona Laura, ao ver a casa encher-se de bocas - e pressentido que isso de golpes de Estado era coisa para levar o seu tempo -, apressou-se, de faca e alguidar, em direcção às capoeiras, donde regressou com as duas primeiras vítimas da revolução. E ainda não tinha soado as duas da tarde quando, num exercício ostensivo de poder, como se quisesse deixar bem claro o que quer que estivesse a acontecer no País, ali em casa tudo permanecia na mesma, desligou o rádio e a televisão, abriu as portadas que davam para o jardim e anunciou que a canja estava na mesa."
Author: João Ricardo Pedro
23. "Aquele que morre é imediatamente mudado para o passado. Tudo aquilo que se relaciona com essa pessoa torna-se uma recordação que lutámos para reter, e é traição esquecer isso. Mas ainda assim esquece-se."
Author: Jón Kalman Stefánsson
24. "Szerintem egy írónak sohasem szabad kortárs témához nyúlnia és túl konkrét színhelyet választania a történethez. Mert akkor az olvasók azonnal hibákat találnak benne. Vagy ha nem találnak, keresni fognak, és amit keresnek, azt meg is találják. Ezért szeretem a novelláimat nehezen meghatározható helyekre és sok évvel ezelottre helyezni. (…) Úgy gondolom, térben és idoben egyaránt érdemes bizonyos távolságot tartani. Szerintem egyébként is viszonylag új keletu az a nézet, hogy az irodalomnak kortárs témákról kell szólnia. Ha nem tévedek, az Íliász két-háromszáz évvel Trója eleste után íródott. Szerintem a képzelet szabadsága megkívánja, hogy térben és idoben távoli témákhoz nyúljunk, vagy ha ez nem megy, akkor a mai tudományos-fantasztikus írók módjára más bolygókra helyezzük a történetet. Mert ha nem így cselekszünk, a valóság egy kicsit mindig meg fogja kötni a kezünket. Az irodalom máris túlzottan hasonlít az újságíráshoz."
Author: Jorge Luis Borges
25. "O Medo degrada as pessoas, meu caro jovem. Se você mantiver a pressão, semanas, meses a fio, o Medo acaba por funcionar como uma doença. Ao princípio é apanas um incómodo persistente, como uma dor de dentes, como uma dor de cabeça, uma dor que se instala no espírito, e vai corroendo tudo. Pouco a pouco a pessoa começa a alterar o seu comportamento, começa a imaginar situações de perigo. Torna-se paranóica, perde o gosto pela vida e entra em depressão. Eventualmente mata-se."
Author: José Eduardo Agualusa
26. "Falar do passado é o mais fácil que há, está tudo escrito, é só repetir, papaguear, conferir pelos livros o que os alunos [escrevem] nos livros ou nas chamadas orais, ao passo que falar de um presente que a cada minuto nos rebenta na cara, falar dele todos os dias do ano ao mesmo tempo que se vai navegando pelo rio da História acima até às origens, ou lá perto, esforça-nos por entender cada vez melhor a cadeia de acontecimentos que nos trouxe aonde estamos agora, isso é outro cantar, dá muito trabalho, exige constância de aplicação, há que manter sempre a corda tensa, sem quebra."
Author: José Saramago
27. "Privatize-se tudo, privatize-se o mar e o céu, privatize-se a água e o ar, privatize-se a justiça e a lei, privatize-se a nuvem que passa, privatize-se o sonho, sobretudo se for diurno e de olhos abertos. E finalmente, para florão e remate de tanto privatizar, privatizem-se os Estados, entregue-se por uma vez a exploração deles a empresas privadas, mediante concurso internacional. Aí se encontra a salvação do mundo... e, já agora, privatize-se também a puta que os pariu a todos."José Saramago, in Cadernos de Lanzarote - Diário III, pag. 148"
Author: José Saramago
28. "Morrerão milhares, Morrerão centenas de milhares, Morrerão centenas de milhares de homens e mulheres, a terra encher-se-á de gritos de dor, de uivos e roncos de agonia, o fumo dos queimados cobrirá o sol, a gordura deles rechinará sobre as brasas, o cheiro agoniará, e tudo isto será por minha culpa, Não por tua culpa, por tua causa, Pai, afasta de mim este cálice, Que tu o bebas é a condição do meu poder e da tua glória, Não quero esta glória, Mas eu quero esse poder."
Author: José Saramago
29. "-Hát te kicsoda vagy? Kezdetnek nem volt valami biztató. Alice félénken rebegte:-Ezt e percben aligha tudom, hogy ki voltam ma reggel, amikor fölébredtem. De azóta már rengetegszer megváltoztam.-Hogy érted ezt?-szólt a Hernyó szigorúan.-Értelmesen beszélj.-Sajnos, kérem, nem tudok értelmesen beszélni, mert nem az vagyok, aki vagyok, amint látni tetszik."
Author: Lewis Carroll
30. "Mi értelme Shakespeare-nek? Tudom, hogy zseni meg minden, de állandóan csak károg. - De csitt, mi fény nyilall az ablakon? A rohadt Hold, az isten szerelmére. Szedd össze magad, Vili!"
Author: Louise Rennison
31. "Tudo é como devia ser. A noite aperta a polpa dos frutos, desperta o desejo dos insectos, acalma a inquietação das aves, refresca a pele dos repteis, põe os vaga-lumes a dançar. Sim. Tudo é como devia ser"
Author: Luis Sepúlveda
32. "Valaki kijelentette múltkor, nem tudom, hogy említettem-e magának: azt, hogy mennyit ér egy szív, legjobban az mutatja meg, mennyire tud szeretni."
Author: Madame De Sévigné
33. "A szerkezet, az igazságosztás szerkezete, ez a bonyolult, nagy gépezet, bizonyosan tökéletlen volt, gyakran csikorgott, minden zugában rozsdás volt és poros: de jobbat nem tudott senki, tökéletesebbet nem talált még fel ember, nélkülözni nem lehetett, bele kellett nyugodni. A bíró volt az, aki lélekkel, erovel töltötte meg e gépezetet."
Author: Márai Sándor
34. "Ele só teve um momento de frieza, com o Dr. Cottard: vendo-o piscar o olho e sorrir-lhe com um ar ambíguo antes que se tivessem falado (mímica que Cottard chamava de "deixar fluir"), Swann acreditou que o médico o conheci sem dúvida por ter estado com ele em algum lugar de prazer, embora ele mesmo os frequentasse muito pouco, nunca tendo vivido no mundo da farra. Considerando a alusão de mau gosto, sobretudo na presença de Odette, que poderia fazer dele uma ideia falsa, simulou um ar glacial. Mas quando soube que a dama que se encontrava a seu lado era a sra. Cottard, pensou que um marido tão jovem não teria pensado em fazer alusão, diante de sua mulher, a divertimento desse tipo, e deixou de atribuir ao ar cúmplice do médico o significado que temia."
Author: Marcel Proust
35. "O menino dorme. Tudo o mais acabou"
Author: Mário De Sá Carneiro
36. "A gente perde muito tempo se anunciando, dizendo que faz e acontece, quando na verdade tudo o que precisamos, ora, é viver."
Author: Martha Medeiros
37. "A sorsa egyszeru és világos. Tudom, hogy sose fogja elnémítani azokat a leírhatatlan hangokat. Hallott embereket ölni és meghalni. A hangok megfertozték, megmérgezték ot, átokként átjárják a testét. Nem képes kizárni a fejébol a zajt, és velünk ellentétben nem tudta kilökni magából és a világra zúdítani a gyulöletét. Helyette önmagára zúdította."
Author: Meg Rosoff
38. "É bom para as crianças terem pai e mãe (e mais fácil para os pais também!), mas tudo que você já ouviu sobre como ficam prejudicadas as crianças quando são criadas por mães solteiras, bem, essa é uma das grandes mentiras de nossa cultura. Em seu livro The Culture of Fear, Barry Glassner afirma que "aquelas criadas somente por mães apresentavam taxas de renda e educação basicamente igual àquelas criadas por pai e mãe. As pesquisas mostram que, como grupo, as crianças filhas de mães solteiras tendem a se dar melhor emocional e socialmente do que filhos de casamentos com altas doses de conflito; ou daqueles nos quais o pai é emocionalmente ausente ou abusivo"."
Author: Michael Moore
39. "Agora, o pintor dissertava longamente acerca da composição: o que há de mais bonito nos sonhos, dizia, é o encontro improvável de seres e de coisas que não poderiam encontrar-se na vida corrente; num sonhos, um barco pode entrar por uma janela num quarto de dormir, uma mulher que já não está viva há vinte anos pode aparecer deitada numa cama e, contudo, ei-la a subir para o barco que se transforma acto contínuo em caixão e o caixão põe-se a flutuar por entre as margens floridas de um rio."
Author: Milan Kundera
40. "(…) o Burkina ria – e que aquele documento não era falso, falso era tudo o que declararam, o que inventaram, como faz muita gente que declara o que quer e bem entende e depois consegue documentos como esse e todos são forçados a dizer que é mesmo verdade. Aqui já não existe documento falso… Existe é pessoas falsas"
Author: Ondjaki
41. "Com o Jaí foi mais rápido, nas emoções contidas dele, modo de falar dos professorados todos dele, aí a JuízaMeritíssima aproveitou pra entender algumas coisas do presente, porque vistas bem as coisas, aquela sessão tava mais radicada nos passados, que é também o modo e a maneira das pessoas viverem a vida, muadiê, num sei se já reparaste, mas isso do presente é uma só armadilha, coisa de poucos valores reais, pois o que se faz é sempre ir perguntando no futuro o que ele nos vai dar, voltar no presente, fazer as contas rápidas e espreitar no passado, outras vezes parecidas, se foi assim mesmo como o futuro está prometer, ou não é, avilo?, pra mim é tudo a mesma rede: pontas dela são os dias, bóias dela são os passados, atirar rede na água são os futuros e o peixe, o peixe? – o peixe vindouro somos nós mesmo, apanhados nas correntes marítimas do presente. Falei bonito, muadiê?"
Author: Ondjaki
42. "- tudo dá errado há muito tempo, Raago. não te preocupes, depois a gente dá um jeito, este é o modo angolano de ir fazendo as coisas, se fizéssemos logo tudo bem havia inúmeras desvantagens, primeiro parecia que o trabalho era fácil e rápido, depois não tínhamos hipótese de brilhar com as correções, entendes?"
Author: Ondjaki
43. "Não importava como tudo terminaria ou como estaria fadado a terminar. Dorian era uma dessas figuras graciosas, num préstito, numa peça, cujas alegrias nos parecem remotas, mas cujas tristezas nos estremecem o sentido de beleza, e cujas feridas parecem rosas verdadeiras."
Author: Oscar Wilde
44. "Se tudo o que eu tivesse feito na vida fosse ter nascido e ser descoberto, ainda assim teria deixado uma marca em toda aquela terra, para todo sempre. Cresci sem pai nem mãe, numa corte onde todos me conheciam como um divisor de águas. E um divisor de águas eu me tornei."
Author: Robin Hobb
45. "O meu nome diz o que devo ser, o que devo pensar, o que devo falar. Meu nome é uma gaiola em que estou preso. Mas se, ao acordar, eu tiver me esquecido do meu nome, terei esquecido também de tudo que se espera de mim. Se nada se espera de mim, estou livre para ser aquilo que nunca fui. Começarei a viver minha vida a partir de mim mesmo e não a partir do nome que me deram e pelo qual sou conhecido."
Author: Rubem Alves
46. "Não tenho consciência de qualquer espécie, nem mesmo artística. Sensibilidade é tudo que tenho."
Author: Ryūnosuke Akutagawa
47. "Semmi sem valódi, csak a jelen, és én máris érzem, századok súlya fojtogat. Élt egy lány száz évvel ezelott is, mint ahogy én most. O halott. Én vagyok a jelen, de tudom, hogy egyszer én is eltunök. A nagy pillanat, a lángcsóva, jön és megy, véghetetlen futóhomok. Nem akarok meghalni, nem."
Author: Sylvia Plath
48. "Eu estou aqui,arre!,estou aqui, EU, este vulcão sem começo nem fim, só atividade, só estar sendo,EU, esta obscura e incandescente e fascinante e terrível presença que está atrás de tudo o que digo e faço e vejo - e onde se perde e esquece.EU!Ora este «eu» é para morrer."
Author: Vergílio Ferreira
49. "Olvastam egyszer valahol, hogy a sírásra nincsen tudományos magyarázat. A könnyek csak is a szem nedvesítésére szolgálnak. Nincs tulajdonképpeni oka, hogy a könnymirigyek egy érzelem utasítását követve túltermelodjenek. Szerintem azért sírunk, hogy felszabadítsuk a bennünk lakozó állatot – anélkül, hogy elveszítenénk emberi mivoltunkat. Mert igenis él bennem egy vadállat amely vicsorog, és morog, és a szabadságra törekszik – Tobias felé és mindenek elott az élet felé. És hiába is próbálom képtelen vagyok megölni ezt a lényt. Úgyhogy ehelyett belezokogok a tenyerembe."
Author: Veronica Roth
50. "Não há nem duas folhas de árvore na terra, nem dois globos nos campos infinitos do céu que sejam semelhantes, e tudo o que vês sobre o pequeno átomo em que nasceste devia estar em seu lugar em seu tempo fixo, segundo as ordens imutáveis daquele que tudo abrange. (...) não há acaso: tudo é prova, ou punição, ou recompensa, ou providência. (...) Pára de argumentar contra aquilo que se deve adorar."
Author: Voltaire Zadig

Tudo Quotes Pictures

Quotes About Tudo
Quotes About Tudo
Quotes About Tudo

Today's Quote

Comedians, we're just people who whine. But we happen to be funny when we whine."
Author: Artie Lange

Famous Authors

Popular Topics